O futuro é uma boca
e doze maxilares
mastigando o tempo

enquanto cães
amestrados pelo homem
no pátio de prisões
mastigam o sexo do homem

não é para castrar
os lobos não têm dentes
é para fazer o homem gozar
de medo

Isto são palavras? São pedras?
Isto é um muro?

, Francisco Alvim.
In: Lago, Montanha [1981].

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog