MARTINET 1.3

Respirar me cansa
pelo seu passado sem memória

Meu nojo vem da comida
e do hábito eterno de mastigá-la

Ninguém me dirá
de que parte do cérebro digo
eu

Agora cada palavra falha,
não sabe o que me digo

“São coisas que o sertanejo sabe
e não teve o prazer de aprender", diz Nara

É a minha chance.

Comentários

LRP disse…
tenho feito uns poemas TÃO indies, meu deus, me salva... E se eu voltar a ler ovídio? Viro cult?

Postagens mais visitadas deste blog