Pôr pêlos em xícara
prova que sombra
é sempre o menos surreal:
A mesma sombra felina
percorre todos os leões domésticos:
- Esta colher revestida de gueopardo,
provação ao próprio ato de salivar,
quem hoje degusta o próprio café?
- Pêlos finos e compridos imitam
as ranhuras dos lábios desgostosos
que não se tocam somente para sorver
depressa o café cotidiano
- Azulejos são cacos programados,
ritual grego perpetuado por portuguesas velhas
toda vez que sobra café velho
________por falta de visitas repentinas
Elas berram disparates capazes de enquadrar
o que sobra de estilhaço no chão nem sempre azuis.

*


A mesma e a outra (1997) - Regina Silveira

Comentários

retido disse…
regina silveiraaa!! da-lhe

Postagens mais visitadas deste blog