I.

se um gigante travestido
usasse um colar de crânios prateados
numa tarde universal de sol como esta
daria a Monteiro Lobato que vejo agora.

II.

É domingo de tarde ensolarada em Mongaguá
e mais uma vez penso aqui eu duro mais que ferro
e a ferrugem que aproxima o metal das plantas
não alcança esta deliciosa moleza humana
que fede suor mesmo quando vegeta.

III.

Sim, eu li Gullar antes de sair para caminhar.
Eu abandonaria minha vida por mais
momentos como este, esqueci o carregador do mp3-player,
economizo na Lizzy Mercier Descloux, cantarolo Caetano.

, lrp - Ontem, 16h26

Comentários

O Autor. disse…
Caetano consegue estragar até as obras alheias... pelamordedeus!!!!... Estava tudo tão bem... Mude o Caetano!!!! E serei grande fã do seu poema.
LRP disse…
Engraçado como os semelhantes se estranham, né? hehe

Postagens mais visitadas deste blog