E ELE HÁ

O dono da lotérica que é maneta e distraído,
o velho hippie que vende livros infantis,
o cara bonito do mercado que usa brinco de argola,
queria eu um dia ser para alguém na rua
o que hoje essas pessoas são. Para mim.
Que Deus queira.

, lrp.

Comentários

rafael Costa disse…
Engraçada essa visão e verídica, parece que nunca somos para alguém, mas é tudo mentira: todos estão nos vigiando.

Abraço

Rafa

Postagens mais visitadas deste blog