sandoval esturricado


sandoval esturricado
queimado por muito menos que a demanda

salvem-no é tarde demais

toca de salamandra
aconchego & espinho

não vem que não tem quando o deserto alastra

lastro de prata, pigmento de mercúrio, corrosão,
o enrolar das raízes não capota as árvores majestosas

mimo do desespero entregue à porta, muito menos,
fagulha um desalento de discórdia

entre a soleira e a esquina, clube enfiado num iate corroído

longe do mar três palmas de gigante, como medir,
o polegar empalhado do rei da Escócia na sua soleira,

que desastre um refluxo estomacal a esta altura,
duas guilhotinas servindo de pernas à escrivaninha,

escada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog