sinto que a vitória é certa.
que estou vivo para ver o ocaso
de certos problemas

e depois rir deles com as unhas pintadas de preto.

Vivi para ver meu pai de um jovem pintor de nus
com investimentos em Campos do Jordão se transformar

num idoso que conserta macacos.

Sinto que estamos vivos para fazer vigília
na Brasilândia contra o toque de recolher,

para nos matarmos em Aparecida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog