largo de dia,
de noite se contrai

penso no cu desértico
da última experiência

aquela que se faz no eco das colunas,
nenhum fruto, todos os registros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog