Queria eu ser do tipo que inventa animais. Não há grunhidos, uma coisa com a outra range. Com isso não queira você concluir que sou capaz de roldanas, risos. Há modéstias lá fora que são incompetências e a minha é dessas. Um pormenor e já não é pata, é pedra informe. Um deslize e já não é mais instinto, é intenção.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog